Início | Mapa do Site | Fale Conosco  
Localização
Ibitipoca
Itacolomi
Nova Baden
Rio Doce
Rio Preto
Serra do Brigadeiro
Baleia
Biribiri
Campos Altos
do Sumidouro
Grão Mogol
Lagoa do Cajueiro
Mata Seca
Pico do Itambé
Rio Corrente
Serra da Candonga
Serra das Araras
Serra do Cabral
Serra do Papagaio
Serra Negra
Serra Nova
Sete Salões
Verde Grande
Veredas do Peruaçu
 
história pra contar
 
Criado em 27 de setembro de 1994 (Decreto Estadual 36.071/94), o Parque Estadual da Serra do Rola-Moça teve seu nome contado em "causo" e imortalizado por Mário de Andrade em um poema que relata a história de um casal que, logo após a cerimonia de casamento, cruzaram a Serra de volta para casa, quando o cavalo da moça, escorregou no casalho e caiu no fundo do grotão. O marido, desesperado, esporou seu cavalo ribanceira abaixo e, "a Serra do Rola-Moça, Rola-Moça se chamou".
infra-estrutura
 
O Parque possui um Centro de Informação e Administração (Nova Lima) com auditório, para 90 pessoas; salas para reuniões e para Polícia Florestal. Um Centro de Informação, Educação Ambiental e Lazer (Belo Horizonte) com auditório para 60 pessoas, salas para administração, quadras de esporte, play-ground e lanchonete. Quatro portarias. Quatro residências para fiscais e casa do Grupamento de Polícia Florestal.

aqui árvores nativas são preservadas, e os animais se setem em casa
 
Com colorido especial e relevo peculiar, o Parque apresenta uma vegetação diversificada onde encontramos espécies como o ipê, cambuí, aroeira branca, xaxim, sangra d'água, canela, unha-de-vaca, pau d'óleo, quaresmeira, cangerana, cedro, carne de vaca, cambotá, pau ferro, pequi, jacarandá do cerrado, ipê cascudo, murici, jatobá-do-cerrado, pau-santo, pau de tucano, araticum e canela-de-ema.

Sendo habitat natural de espécies da fauna ameaçadas de extinção como a onça parda, jaguatirica, gato mourisco, gato do mato, lobo guará, raposa, mão-pelada, coati, irara, lontra, ouriço, preá, tamanduá-de-colete, tatu peba, tatu galinha, caititu, veado catingueiro, veado campeiro, guigó e mico estrela.

mananciais garantem a qualidade da água
 
O Parque abriga seis importantes mananciais de água - Taboões, Rola-moça, Bálsamo, Barreiro, Mutuca e Catarina - declarados pelo Governo Estadual como Áreas de Proteção Especial, que garantem a qualidade dos recursos hídricos que abastecem parte da população da região metropolitana. Para assegurar a proteção destes mananciais, esta área do Parque não está aberta à visitação pública.

copyrigth 2005 © IEF - Instituto Estadual de Florestas - todos os direitos reservados